Sábado, 14.05.11

O Tripeiro deu com a "sua rua". Ainda não postou (à data), mas fica aqui o registo toponímico.




Quarta-feira, 14.10.09

mutação do CHERNE sulista e elitista!!..
O "exclusivo de Lisboa" (o famoso anexo V), negociado entre a Comissão Europeia, liderada por Durão Barroso, e o Estado português, liderado por José Sócrates, que versa sobre investimentos efectuados na região de Lisboa que possam ter efeito sobre as restantes regiões, vai sentar o cú no mocho!!..

A Junta Metropolitana do Porto interpôs sete processos para impugnar aprovações de projectos. Três acções administrativas especiais, interpostas contra o Ministério da Economia e da Inovação, e quatro visando a pasta do Trabalho e Solidariedade Social. O objectivo das sete acções judiciais é o mesmo: impugnar todas as decisões que permitiram financiar investimentos realizados em Lisboa com fundos dados pela União Europeia para ajudar a desenvolver as regiões mais pobres: Norte, Centro e Alentejo.

Segundo o Jornal de Notícias, o Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território, responsável pela aplicação do QREN, tem sido questionado por este jornal sobre estas matérias, mas tem sempre declinado qualquer explicação.

 


ADzivo às 03:56 | link do post | comentar

Domingo, 11.10.09

Um balde de merda
        ... para Orlando Gaspar, e a sua dinastia
        ... para a distrital do PS

al qaeda na CMP

... só falta o Mario Lino, mais a sua saloia comitiva, vir de camelo ao São João do Porto.

Que azia, xosga-se!!..

link externo Público  2009.10.11 / Renato Sampaio acusa militantes de não se terem envolvido na candidatura de Elisa Ferreira
link externo i  2009.10.09 / "Esta noite serviu para relembrar a vitória de Sá Carneiro", diz Rio
link externo Público  2009.10.11 / Rui Rio ganha com maioria absoluta



ADzivo às 20:59 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.10.09

Sobre este assunto, já tinha sido feito aqui uma posta em 9 de Julho link neste blog link neste blog.

Finalmente, a imprensa abordou-o hoje.

Trata-se do "anexo V", negociado entre a Comissão Europeia, liderada por Durão Barroso, e o Estado português, liderado por José Sócrates, que versa sobre investimentos efectuados na região de Lisboa que possam ter efeito sobre as restantes regiões e que pode aplicar-se a projectos de modernização da administração pública, de cariz imaterial.

O Governo mudou, há três semanas, o regulamento do FEDER e do Fundo de Coesão, viabilizando o desvio de verbas das regiões mais pobres para Lisboa. Portugal negociou essa excepção, no QREN, com a Comissão Europeia. É o "spill-over effect", o efeito de difusão que passou a integrar o Regulamento Geral do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e do Fundo de Coesão.

A alteração do regulamento por parte da Comissão Ministerial de Coordenação do QREN, liderada por Nunes Correia, foi aprovada, através de consulta escrita, a 17 de Setembro, já durante o período de campanha para as eleições legislativas. Na Junta Metropolitana, entende-se que se trata de uma alteração "feita à socapa", para dar "cobertura legal" ao "bypass" de verbas para Lisboa.

Na sequência da queixa da Junta Metropolitana do Porto, Bruxelas avançou com averiguações.

Cabe às autoridades nacionais que gerem os fundos - há sete entidades regionais em Portugal - decidir sobre a afectação dos mesmos. No entanto, as entidades gestoras dos fundos têm de pedir autorização à Comissão Europeia para transferir verbas relativas a um projecto orçado em 50 milhões de euros ou mais.

 

Se for como os ajustes directos da Administração Pública, vão aparecer BUÉ pelo montante de 49.500.000€, quarenta e nove milhões e quinhentos mil euros, para assim escapar ao pedido de autorização a Bruxelas.

A região de Lisboa não teria direito às verbas destinadas às regiões de convergência, uma vez que os seus indicadores - PIB (Produto Interno Bruto) per capita e qualidade de vida - já estão acima da média europeia.

 

UPDATE: Norte gastará 330 milhões a pagar gestores de Lisboa

Rui Rio denunciou que, em Junho, já tinham sido desviados para Lisboa 1500 milhões de euros. "Soubemos recentemente que também á centenas de milhões de euros para gabinetes de gestão dos planos operacionais de Potencial Humano e Competitividade, em Lisboa, cujos custos são imputados, em 95%, às regiões de convergência"

Em causa estão o Programa Operacional do Potencial Humano, sediado na Av. Infante Santo, em Lisboa; e o Programa Operacional dos Factores de Competitividade, cuja sede fica na R. Rodrigues Sampaio, também na capital.

Cada programa tem uma equipa de gestão, com filiais no país e sede em Lisboa. Ambas custarão perto de 700 milhões até ao fim do actual envelope financeiro da União Europeia. Daí, 95% poderá ser imputado às regiões mais pobres; e, daí, cerca de metade acabará inscrito na contabilidade do Norte, mas gasto na capital, ou seja, perto de 330 milhões de euros (200 milhões ao Centro e 133 ao Alentejo).

Dos 27 países da União Europeia, só Portugal pode usar fundos destinados a desenvolver as mais pobres para investir numa região considerada rica (no nosso caso, Lisboa).

A avaliação da queixa prossegue no Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias. A Junta Metropolitana teme que a decisão surja quando o dinheiro já estiver todo gasto.


link externo Jornal de Notícias  2009.10.09 / Novas regras para dar mais verbas a Lisboa
link externo Jornal de Notícias  2009.10.09 / Junta Metropolitana do Porto reitera que transferência é ilegal
link externo Jornal de Notícias  2009.10.09 / Norte gastará 330 milhões a pagar gestores de Lisboa



ADzivo às 15:36 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.10.09

... de Carlos Romão, vale mais que mil palavras.

i. Demonstração factual da dimensão estalinista do autarca Rui Rio link externo blog  Ou... a dimensão liliputeana do eleitor.
            em... A Outra Face da Cidade Surpreendente

ii. Se esta rua fosse minha link externo blog
             em... A Cidade Surpreendente



ADzivo às 23:33 | link do post | comentar

Quinta-feira, 09.07.09

A questão não é nova, de novidade só tem o porta-voz para o que ele disse (Rui Rio)-o Eurodeputado Silva Peneda - que saiu a terreiro em defesa da indignação de Rui Rio na atribuição de fundos europeus a Lisboa. Pena que, ao invés de andar a dar empurrões à candidatura do dito, não faça uma campanha no parlamento europeu. Afinal Vasco Graça Moura, para justificar o ordenado que se lhe pagou, dedicou-se a uma causa de "tradições e cultura" e fez lobbie... a favor dos toiros de morte!!..

Os critérios para atribuição de financiamento do FEDER e do FSE, restringem-se às regiões cujo PIB per capita seja inferior a 75% da média comunitária, por forma a que as regiões mais pobres alinhem pelas mais ricas. Infelizmente a região Norte revela-se uma das mais pobres da Europa, e a mais pobre do país, com um PIB per capita de apenas 61% em relação à média comunitária, enquanto a região de Lisboa já vai nos 107%!!..

Por isto e mais assimetrias, e de acordo com os princípios fundamentais da União Europeia de solidariedade, de coesão social e regional, Lisboa não teria acesso aos fundos. Mas só os tolos é que acreditavam que assim fosse!!..

"Efeito de difusão" pelo país, para os investimentos "especialmente significativos", "muito relevantes" de de "grande relevância" a serem feitos feitos em Lisboa, e poderem ser desviados os fundos das regiões a que se destinavam. Se alguém entender o significado político da dita difusão, deve ser algo do género de se recuperar uma zona degradada de Lisboa, fazer-se aí um evento megalómano, e depois enviar-se o Pavilhão da água para o Parque da Cidade do Porto. O tal efeito de difusão deve ser algo parecido com isto, no quadro mais optimista!!..

O assobiar para o lado neste assunto, é a panóplia da incompetência e interesses instalados. Rui Rio é um frouxo, que nunca será reconhecido como um líder regional. Não parte a loiça, não lhe é conhecido ruído, e nesta matéria protesta que vez em quando, mais para tirar dividendos políticos pessoais, do que propriamente por amor à causa, muito de mansinho, porque se hoje está lá o Sócrates, amanhã pode lá estar alguém da sua cor política, e com esta classe de autarcas o partido está sempre em primeiro. Às riscas ou com xadrez, os portuenses tem aquilo em que a maioria votou.

A comunicação social, salvo uma ou outra excepção, tem as suas redacções todas sediadas em Lisboa. Jornalismo, pelo que nos tem sido dado a mostrar, é algo que passou para segundo plano.

Nos renovados assentos da Assembleia da República, com o Bloco de Esquerda e Francisco Louçã, o problema dos fundos não existe. A região Norte fica noutro país, as suas praias são frias e sem animação, não andam por lá a malta do Polo Universitário de Lisboa, nem uns quantos activistas do arco-iris. Afinal, o verdadeiro problema com o computador de marca Magalhães, é ser feito por uma empresa lá para aquelas bandas!!..Para o PCP, idebidem. A região Norte não vai muito com as conversas dos camaradas, às quais eles retribuem. Importante é serem solidários com os seus compadres de Barrancos e de Monsaraz, e apoiar a tradição cultural dos toiros de morte. Mandar os piropos à sereia da comissão de inquérito(!) do BPN na AR, e cagarem-se para o assunto. De resto é mais dinheiro que vai para os camaradas das lizírias. Do CDS era interessante ouvir-se algo sobre o assunto, numas jornadas patrocinadas pela Super Bock.

No capítulo abaixo colocarei os links que encontrar acerca do assunto. Quem souber de alguns, deixem em comentário que "a gente" agradece.

 

onde o assunto mereceu atenção...


...





WIKIPÉDIA
A enciclopédia livre

The siege on the Gaza Strip
Gaza crisis: key maps and timelinerecords that do not lie
btselem
Fórum Palestinaend the SIEGE ON GAZA
Aung San Suu Kyi - The Nobel Peace Prize 1991
Campaigning for Human Rights and Democracy in Burma70.000 CHILD SOLDIERS! MORE THAN ANY COUNTRY IN THE WORLD.
The Plight of the Afghan Woman
Afghanistan OnlineNeither the US nor Jehadies and Taliban
Tibet will be free

Free Tibet OrgThe Tortured Truth
Saramago
Nortadas

... como é possível que um euro tenha valor diferente se dispendido no Porto, Gaia, Matosinhos ou Maia ou gasto em Lisboa, Almada ou Amadora?

Porto

documentários

FRONTLINE-documentários em inglêsRECOMENDADOEURONEWS-documentários em português / Não há luz no fundo do túnel para o Médio OrienteEURONEWS-documentários em português / Os colonatos ilegais na CisjordâniaEURONEWS-documentários em português / Ali Larijani: a dissuasão iranianaGod's Chariot Episode 1 Part 1God's Chariot Episode 1 Part 2God's Chariot Episode 2 Part 1God's Chariot Episode 2 Part 2

÷ tags ÷

threats
AMÉRICAS

ÁSIA-PACÍFICO

ÁSIA (Sul)

EUROPA

MÉDIO ORIENTE

AMEAÇAS

ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS

LES MISC

todas as tags
÷ artigos recentes ÷

a Rua Luis Ferreira

Durão Barroso: O Cherne M...

Diáspora tripeira

ROB & Alheiras: (Silêncio...

Uma imagem...

ROB & Alheiras: Silêncios...

÷ comentários recentes ÷

Você Ganhou um novo adepto do teu blog, gostei do ...
...pois, o ourives Luís Ferreira
Gente famosa é assim mesmo!
Não imaginava que estas situações fossem possiveis...
ainda não estou de volta, porque ainda estou "foca...
Estás de volta com as..."conchinhas"?
Parabéns pelo site!
a revolução começouwww.terrasonora-nunoviana.blogs...
÷ arquivo ÷

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

÷ feeds ÷
blogs SAPO
Fim da cena